BLOG

ANSIEDADE E ROTINA DE ESTUDO

Atualizado: Fev 27

A ansiedade é uma das condições que mais afetam a rotina de um estudante. Veja abaixo dicas para ajudar a controlar o quadro. (#ansiedade #estudante #saúdemental #terapia)

A #ansiedade é uma emoção natural dos seres humanos. Em geral, ela aponta que algo importante está para acontecer e pode ser um sinal valioso. No entanto, quando fora de controle, pode se transformar em um #transtorno, acarretando em sintomas físicos, cognitivos e emocionais.



Quando a pessoa está ansiosa, seus pensamentos ficam distorcidos e ela tende a ficar totalmente focada no problema. A alta ansiedade pode ser expressa na seguinte "fórmula": perigo superestimado + capacidade de enfrentamento subestimado. Ou seja, a pessoa acredita que o perigo é maior do que realmente é e não se vê como capaz de enfrentá-lo. Por #exemplo: alguém acredita que a prova vai estar impossível e que não conseguirá lembrar de nenhum assunto.


Veja alguns sintomas associados aos quadros ansiosos:

- Sintomas físicos: palpitações, falta de ar, tontura, sudorese, tremores, boca seca.

- Sintomas cognitivos: memória fraca, baixa concentração, medo de perder o controle, medo de enlouquecer, medo de avaliação negativa dos outros.

- Sintomas emocionais: sentir-se nervoso e tenso, ser impaciente, ser apreensivo, sentir-se assustado.


Além disso, é comum que a ansiedade cause os chamados erros de #pensamentos ou pensamentos pouco realistas. Em casos de estudantes, os seguintes exemplos são comuns:

1 - acreditar que vai muito mal em uma prova por estar inseguro sobre uma questão;

2- prever que vai dar branco na hora da avaliação;

3 - presumir que os amigos/familiares pensam que a pessoa não é capaz de passar.


Essa situação pode ser bastante desafiadora, no entanto, algumas estratégias são úteis para lidar com o problema. Lembrando que a #psicoterapia é a melhor estratégia para casos de ansiedade que prejudicam a qualidade de vida e rendimento da pessoa. As dicas abaixo não substituem o acompanhamento terapêutico, mas podem ajudar no manejo da ansiedade.


CONFIRA ABAIXO 3 DICAS PARA LIDAR COM A ANSIEDADE!!


1) Acompanhe seu progresso

Quando ansiosos, os estudantes ficam inseguros e precisam de algo concreto que os ajude a retomar a confiança e, consequentemente, a reduzir a ansiedade. É muito útil ter um registro objetivo do seu progresso, para conferir quando pensamentos distorcidos, do tipo eu "nunca vou conseguir", aparecerem.

Você pode fazer esse acompanhamento por meio de uma planilha em que registre a quantidade de exercícios feitos ao longo do ano, por exemplo. Imagine como pode ser tranquilizador abrir a planilha dias antes de uma prova e ver que já fez mais de 500 questões daquela banca?  


2) Técnicas de #relaxamento - Meditação Mindfulness

Diversas técnicas de relaxamento são úteis no manejo da ansiedade. Uma das mais utilizadas em terapia é o relaxamento progressivo de Jacobson. Para utilizar sozinho, sem um terapeuta guiando, as meditações são muito proveitosas.

Hoje, recomenda-se muito as meditações #mindfulness. Além de relaxar, essa prática permite que a pessoa possa autorregular sua atenção, trazendo-a para o momento presente e tornando-se mais focado na tarefa que está realizando. É possível encontrar no youtube diversos vídeos que ensinam e auxiliam a prática da meditação mindfulness


3) Criar imagens tranquilizadoras

Com toda a excitação física e psíquica causada pela ansiedade, é essencial recorrer às estratégias tranquilizadoras para controle dos sintomas. As imagens tranquilizadoras fazem parte dessas estratégias.

O mais importante dessa técnica é descobrir o que te tranquiliza: a imagem de uma praia? um campo florido? o rosto de alguém?

Escolha a sua imagem tranquilizadora em um momento em que estiver calmo, não ansioso, e quando a ansiedade vier simplesmente comece a mentalizar o que já escolheu previamente.


Benefícios da psicoterapia em casos de ansiedade

Além de ser possível aplicar diversas técnicas para controle dos sintomas de ansiedade, o acompanhamento terapêutico permite que os pensamentos ansiosos sejam avaliados e questionados, podendo ser substituídos por outros mais adaptativos. Ademais, na terapia é possível agir no cerne da ansiedade, aprendendo a identificar a real ameaça dos problemas e se fortalecendo para lidar com ele.


391 visualizações

© 2018 por Odesign (21)99202-2997